O evento ocorreu no CRAS/Maracanã e contou com a participação do presidente da Câmara Francinei Andrade, dos vereadores Mário Itiyá e Jonesmar Ramos. O plano de saneamento básico é elaborado de forma participativa e esta é a etapa em que a população fala e é ouvida pelo poder público. O objetivo da escuta é o relato dos problemas que mais afligem a população para construir o plano municipal que envolve quatro eixos: água, drenagem, esgoto e resíduo sólido. Ao final será elaborado um plano pelo Poder Executivo que passará pela aprovação na Câmara Municipal, e assim o município ter a lei de saneamento aprovada.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade